O táxi pára. O passageiro entra, senta no banco de trás e, antes de dar o destino, diz:

“O mundo é uma merda e a vida é uma bosta. Queria desaparecer.”

O taxista sorri e diz:

“Que bom que o sr. pensa assim. Também ando de saco cheio de tudo e disposto a abandonar esta miserável existência. Por isso mandei botar este botãozinho no painel, que explode o carro quando eu apertar; estava só esperando uma alma irmã para não morrer sozinho. Vamos nessa?”

“Olha…”, começa o passageiro, antes de ser interrompido por um glorioso bum.

Anúncios